RADIO RESTITUI


quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

JÔNATAS E O ESCUDEIRO SEM NOME.

JÔNATAS E O ESCUDEIRO SEM NOME.

(1 Sm. 14:1-15)


"Disse, pois, Jônatas ao moço que lhe levava as armas: Vem, passemos à guarnição destes incircuncisos; porventura, operará o SENHOR por nós, porque para com o SENHOR nenhum impedimento há de livrar com muitos ou com poucos." (1 Sm.14:6)


"Então, o seu escudeiro de armas lhe disse: Faze tudo o que tens no coração; volta, eis-me aqui contigo, conforme o teu coração."

(1 Sm. 14:7)


INTRODUÇÃO.


Esta é a história de aliança bem sucedida entre dois homens de Deus:

Jônatas e seu escudeiro.

Pouco se fala sobre esta história de amizade fidelidade.

Poucos a conhecem.


Este passagem aconteceu por volta do ano 1.000 a.C.


Nesta época,SAUL,primeiro rei em Israel,travava um terrível batalha contra os filisteus.


Jônatas partiu levando seu escudeiro para atacar os filisteus sem que seu pai soubesse.


Com apenas dois homens,Deus operou um grande livramento.


Uma das coisas que irei falar hoje é:


 "Para Deus, seja com poucos ou com muitos, NÃO HÁ IMPEDIMENTOS"(1 Sm.14:6)


Repita isso comigo agora.



1) CONHECENDO OS PERSONAGENS.


- Quem era Jônatas?


O filho do rei SAUL e o grande amigo de Davi.


Mesmo sabendo do ciúme de SAUL, Jônatas sempre foi amigo de Davi.


Ambos fizeram uma aliança em nome do Senhor.

(1 Sm.20:42)



1.1) O Escudeiro.


 O que era um Escudeiro nos tempos do Antigo Testamento?


Um servo leal e valente, disposto a proteger seu senhor e até mesmo a arriscar sua vida pelo mesmo.


Era um oficial que os reis e os generais escolhiam entre os mais valentes. 


Era dever do escudeiro levar as armas do seu senhor, e além disso ser portador de mensagens de uma parte do campo para outra, como hoje fazem os ajudantes de campo. 


Muitas vezes, no combate, era ele que levava o escudo e protegia a pessoa do seu senhor,se necessário fosse com a própria vida.                                                             

 (1 Sm.14:7 - Jz 9.54 - 1 Sm 16.21 - 1 Sm. 31.4)


A Bíblia omite o nome do escudeiro de Jônatas.

Eu o chamo nesta mensagem de "Escudeiro em nome."



2) PENETRANDO NA HISTÓRIA.( Saul e Jônatas )


No texto lido,(1 Sm.14:1-7), Jônatas  saiu para atacar os filisteus escondido de seu pai, o rei SAUL, porque percebeu o medo de seu exército.


Até mesmo seu pai, o rei, estava inseguro.


Os filisteus eram a maioria é estavam muito bem armados contra Israel.



2.1) Jônatas era forte,corajoso e leal a seu pai.


Ele e mais  um,se dispuseram a enfrentar um exército muito bem armado.


De alguma forma,em seu interior,ele tinha uma palavra de Deus para fazer o que fez.


A palavra de Deus dada a Jônatas era:

"Deus nos entregou o exército dos filisteus."(1 Sm.14:12)


Repito: 

Jônatas fez o que fez, porque tinha uma palavra de Deus para este enfrentamento.

(V.12)


2.2) Um bom conselho:


Não entre em nenhuma batalha ou enfrentamento sem ter uma palavra de Deus.


VOCÊ CORRE O RISCO DE VOLTAR HUMILHADO OU DERROTADO.


2.3) Outro conselho:


Não entre em guerras que não valem a pena.


Não guerreie contra seu pai,mãe,filho, marido,esposa,sogra ou líder.


Certas guerras devem evitadas.


Eu tenho perdido algumas guerras e até levado prejuízo financeiro em outras, para evitar escândalos no reino de Deus.



3) A FÉ DE JÔNATAS.



JÔNATAS  representa o crente que tem coragem de enfrentar inimigos mais numerosos e mais poderosos que ele no contexto humano,pois sabe que maior é o que nele está. (1 Jo.4:4)


Somente Aqueles que crêem e se arriscam como Jônatas,  verão Deus operar milagres em sua vida,familia e ministério.


3.1) O crente tipo Jônatas acredita que Deus opera seja com poucos ou com muitos.


"Disse, pois, Jônatas ao moço que lhe levava as armas: Vem, passemos à guarnição destes incircuncisos; porventura, operará o SENHOR por nós, porque para com o SENHOR nenhum impedimento há de livrar com muitos ou com poucos." (1 Sm.14:6)


Seu linguajar diario é:

 "Para Deus, seja com poucos ou com muitos, NÃO HÁ IMPEDIMENTOS"


Ele sabe que Deus opera com poucos ou com  muitos.


3.2) O crente tipo Jônatas tem sempre uma boa confissão,pois sabe que a fé navega pelas palavras.


"Tudo é possível ao que crê."(Mc. 9:23)


A fé navega pelas palavras.( Mc.11:23,24)(2 Co.4:13)



3.3)  Jônatas saiu para guerrear com poucos recursos.


Este é o seu caso?

Você consegue ir à  guerra com poucos recursos?

Acredita na vitoria mesmo estando nas piores circunstâncias?


O crente tipo Jônatas, entra nas batalhas mais desfavoráveis no força do SENHOR?


Arrisca sua vida e seus recursos(dinheiro) no sonho e na visão que Deus lhe deu.

Não é "meia boca" como dizem os gaúchos.


O crente tipo Jônatas sabe que não é ver para crer e sim crer para ver.


Disse Jesus:

João 11:40 "Se  creres verás a glória de Deus."



3.4) Meu testemunho:(Pr.Venilton)


Eu tenho guerreado em Teresópolis com poucos recursos,porém não abandono a guerra.


Sei que sirvo ao Deus do impossível,que de uma hora para outra promove viradas espetaculares em nossas vidas. 


É nisso que eu creio!


Sei que pessoas virão para me ajudar.


Deus garante a quem chama!


Creio no que Diz: Salmo 118:7

"Porque Deus é comigo,pessoas me ajudarão..."



4) A LEALDADE DE UM ESCUDEIRO.


Escrevi um capítulo sobre este escudeiro no livro alianças inquebráveis.


"Então, o seu escudeiro de armas lhe disse: Faze tudo o que tens no coração; volta, eis-me aqui contigo, conforme o teu coração."

(1 Sm. 14:1-7)



4.1) Como é comportamento do crente Escudeiro?


 "Eis-me aqui contigo, conforme o teu coração..."


- Acredita no líder.


- Acompanha o líder.


- Arrisca-se com o líder e pelo líder como fizeram Priscila e Áquilia.


"Saudai a Priscila e a Áqüila, meus cooperadores em Cristo Jesus,

4 os quais pela minha vida expuseram a sua cabeça; o que não só eu lhes agradeço, mas também todas as igrejas dos gentios."

(Rm.16:3,4)


QUEM REALMENTE ESTÁ JUNTO EMPREGA TEMPO,VALORES E ESFORÇO!


Quem está junto guarda suas costas.


Falar bem na frente até os adversários falam.



4.2) O crente tipo escudeiro arrisca sua vida e seus recursos na visão de seu líder.


A água da fonte de Belém.


Os discípulos de Davi arriscaram-se por ele no simples desejo de  beber a água da fonte de Belém. (2 Sm.23:15)


Davi ficou tão sensibilizado com esta atitude que derramou aquela água como OFERTA  AO SENHOR.



5) BOZÉS E SENÉ?


"Em cada lado do desfiladeiro que Jônatas pretendia atravessar para chegar ao destacamento filisteu, havia um penhasco íngreme; um se chamava Bozez; o outro, Sené. Havia um penhasco ao norte, na direção de Micmás, e outro ao sul, na direção de Geba.E Jônatas disse a seu escudeiro: "Vamos ao destacamento daqueles  incircuncisos."(1 Samuel 14:4-6)


Os verdadeiros discípulos irão com o líder a  Bozés e a Sené.

Bozés: Parede de Espinhos.

Sené: Pedra brilhante.


Estão contigo nos dias espinhosos.


O linguajar deles é o mesmo do escudeiro de Jônatas:


"Então, o seu pajem(escudeiro) de armas lhe disse: Faze tudo o que tens no coração; volta, eis-me aqui contigo, conforme o teu coração." (1 Sm. 14:1-7)


5.1) Quem passa por Bozés,chegará a Sené.


Dias brilhantes,dias melhores virão sobre aqueles que perseverarem em BOZÉS.



5.2) A pergunta de Pedro: "Vai valer a pena?"


 Então Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Eis que nós deixamos tudo, e te seguimos; que receberemos? 28 E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel. 29 E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna. 


O dia do pagamento chegará!

Deus paga bem! 

Seja firme e abundante! (1 Co.15:57,58)


5.3) Quem semeia com lágrimas...



6) O MILAGRE DOS VINTE.


Este ponto já é o tema de uma mensagem para você preparar e pregar.

(O MILAGRE DOS VINTE.)


"Então os dois se deixaram ver pelo destacamento dos filisteus, que disseram: "Vejam, os hebreus estão saindo dos buracos onde estavam escondidos" 12 E gritaram para Jônatas e seu escudeiro: "Subam até aqui e lhes daremos uma lição". Diante disso, Jônatas disse a seu escudeiro: "Siga-me; o Senhor os entregou nas mãos de Israel". 13 Jônatas escalou, usando as mãos e os pés, e o escudeiro foi logo atrás. Jônatas começou a derrubá-los, e seu escudeiro, logo atrás dele, os matava. 14 Naquele primeiro ataque, Jônatas e seu escudeiro mataram cerca de vinte homens numa pequena área de terra."(1 Sm.14:11-14)


Um derrubava e o outro os matava.

Dois mataram vinte!

Me respondam honestamente: 

Como dois homens podem matar vinte?

MILAGRE!

Pequenos milagres podem geram estupendas vitórias!

Não despreze os pequenos milagres.

Pequenas portas escondem milagres.(Pv.25:2)


7) O TREMOR E O TERROR.


" E houve tremor no arraial, no campo e em todo o povo; também a mesma guarnição e os destruidores tremeram, e até a terra se alvoroçou, porquanto era tremor de Deus.16 Olharam, pois, as sentinelas de Saul, em Gibeá de Benjamim, e eis que a multidão se derramava e fugia, 

batendo-se."(1 Sm.14:15,16)


A MORTE DAQUELES VINTE PROVOCOU UMA GRANDE DEBANDADA.

MAIS OU MENOS QUANDO OS GUINÚS  AVISTAM AS LEOAS NAS SAVANAS.

EU CHEGO A VISLUMBRAR A CORRERIA DOS FILISTEUS!



7.1) Preste muita atenção no que você irá ler ou ouvir agora:


Quem vai  operar este  tremor e afugentar seus inimigos é Deus.

Não se preocupe!

Nenhuma arma forjada contra ti prosperará! (Isaías 54:17)


Vamos orar agora é pedir que o SENHOR troveje sobre a cabeça dos nossos adversários.


" E houve tremor no arraial, no campo e em todo o povo; também a mesma guarnição e os destruidores tremeram, e até a terra se alvoroçou, porquanto era tremor de Deus.16 Olharam, pois, as sentinelas de Saul, em Gibeá de Benjamim, e eis que a multidão se derramava e fugia, 

batendo-se."(1 Sm.14:15,16)


Amém.


Pr. Venilton G. Jesus

21-994194350

prvenilton@gmail.com






Postar um comentário