RADIO RESTITUI


terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Bibliologia 11. Jesus,o tema central da Bíblia.

Escola Dominical - IAGU.
A bíblia através dos séculos.
Texto:  2 Pedro 1 ;20,21

BIBLIOLOGIA 11.

A expressão "disse Deus", ocorre mais de 2.600 vezes. 
A expressao assim diz o Senhor: 1700 vezes.

Os escritores bíblicos, receberam a mensagem divina por inspiração do Espírito Santo, que os moveu a transcrevê-la com exatidão, impedindo-os de cometerem erros e omissões, de modo que o texto original recebeu autoridade divina e infalível, garantindo a exata transferência da verdade revelada de Deus para a linguagem humana inteligível    

 (II Tm 3:16) "Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça."


1. UM TRIBUTO   A  BÍBLIA.

- A Bíblia é Deus falando para o homem.
- É Deus falando como homem.
- É Deus falando sobre o homem.
- É Deus falando através do homem.

A Bíblia é sempre Deus falando.
Mais de 1700 vezes aparece a expressão:
"Assim diz o SENHOR."
Ela é a Palavra de Deus.

A Bíblia fechada é apenas um livro.

- Aberta é a boca de Deus, crida ela é salvação.
- Praticada é santificação, estudada é sabedoria.
- Aplicada é transformação, meditada é revelação.
- Orada é compromisso e fé, testada é confirmação.
- Desafiada é destruição,obedcida a prosperidade.

A Bíblia é o livro dos Livros por excelência, todos os outros livros, são livros dos homens, mas a Bíblia é o livro de Deus.
No meio dos livros ela é o coração dos livros, e em cima dos livros ela é a coroa dos livros;
 A Bíblia não pode ser destruída, ela é indestrutível, porque o seu original está nos Céus.

 “Para sempre, ó SENHOR, a tua palavra permanece no céu”.  O que temos aqui na terra são cópias autenticadas.
(Salmos 119:89)


A Bíblia é a água que sacia, o leite que alimenta, a luz que ilumina, o fogo que aquece, o espelho que revela, o martelo que esmiúça, a vara que corrige, o escudo que protege, a espada que penetra, mas, sobretudo, a Bíblia é a verdade que liberta.
“Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti” (SL. 119:11)

 D.L.MOODY DISSE:
“Se este Livro não me separar do pecado, o pecado me separará deste Livro”.


2. A BÍBLIA COMO LIVRO.

A Bíblia é um livro sem fim, quando estudamos as Escrituras podemos dizer como aquele sábio marinheiro que quando perguntado sobre para onde ia com seu barco o mesmo respondeu: Senhor, estou limitado ao oceano.

SEU AUTOR ESTÁ NO CÉU, ELA É A MENTE DE DEUS.

(JO. 1:1) “No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” 

(SL. 119:89) “Para sempre, ó SENHOR, a tua palavra permanece no céu”.


3. SEU REAL INTERPRETE É O ESPÍRITO SANTO.

(1CO. 2:4) “A minha palavra e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração do Espírito e de poder.

   (1CO. 2:10)  “Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.  ...”  (1CO. 2:13)  “As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais”.   

(2 Pedro 1:20-21)  “Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo”.


4. SEU PERSONAGEM PRINCIPAL É O SENHOR JESUS CRISTO.

(João 5:39)  “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam”.

Jesus Cristo ratificou o Antigo Testamento, quando testificou da sua autoridade e veracidade, citando a Lei, os Profetas e os Salmos.   

“A seguir, Jesus lhes disse: São estas as palavras que eu vos falei, estando ainda convosco: importava que se cumprisse tudo o que de mim está escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos”.(Lucas 24:44)

4.1) Jesus é Deus encarnado em forma humana, seu aparecimento na terra é o acontecimento central de toda a história da humanidade, o personagem principal, o divisor da história do mundo, e de nossas vidas.
Do Gênesis ao Apocalipse a Bíblia só tem uma mensagem: Jesus Cristo. 

4.2) No Pentateuco: 
Gênesis  Ele é o descendente da mulher.(Gn.3:15)
Também é o Siló.(Gn.49:10)
Ele é a Serpente de bronze que curava.
(Joao 3:14)
Em Deuteronômio  Ele é o profeta que viria ao mundo.
(Dt.18:18)

4.3) Nos Salmos:

Ele é o messias sofredor.
Que foi traído  por um amigo intimo.
Aquele que teve suas vestes repartidas.
Aquele que foi vendido por 30 moedas.
(Salmo 2 e 22)

Ele também é o Rei da Glória.(Salmo 24)

4.4) Em Reis:

Ele é o filho de Davi (2 Rs 7)

Em Jó Ele é o Redentor que vive e se levantará!
(Jó 19:25)

4.5) Nos profetas:

Ele é o mediador da Nova Aliança.(Jr.31:42-34)
Ele é o filho da virgem.(Is.7:14)
Ele é o Emanuel.(Is.7:14)
A raiz de Davi.(Is.11:1,2)
Ele é pai da eternidade e o príncipe  da paz.(Isaías 9:6)
O rei rei que nasceria em Belëm.(Mq.5:2)
O rei justo.(Is.32:1,2)

A pedra de Esquina.(Is.28:16)
Aquele que não esmaga a cana quebrada.(Is.42:1-3)
O Cristo ferido e moído.(Is.53)
O consolador dos tristes.(Is.61:1-3)
Em Daniel o quarto homem na fornalha,  e o grande principe que seclevantara.(Dn.3:25/12:1-3)
O rei humilde montado em uma cria de jumento.
(Zacarias 9:9)



5. O ASSUNTO PREDOMINANTE DA BÍBLIA  É A REDENÇÃO DE TODA A CRIAÇÃO.

(RM. 8:20-23)  “Pois a criação está sujeita à vaidade, não voluntariamente, mas por causa daquele que a sujeitou, na esperança de que a própria criação será redimida do cativeiro da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação, a um só tempo, geme e suporta angústias até agora. E não somente ela, mas também nós, que temos as primícias do Espírito, igualmente gememos em nosso íntimo, aguardando a adoção de filhos, a redenção do nosso corpo”.

VEJA AINDA:
Atos 16:30,31/Mateus 4:16,17/Mateus 12:28-31.


6. SEU PROPÓSITO E OBJETIVO É A SALVAÇÃO. 

- O propósito das Escrituras é a transformação de vidas, com uma mensagem poderosa, redigida com o objetivo de regenerar o pecador e santificar aquele que  foi regenerado. 

7. ESCRITORES HUMANOS.

Homens Santos falaram da parte de Deus.

Pastores,reis,Juízes, poetas,médicos,pescadores e até boieiros a escreveram debaixo da revelacso Divina.

Cerca de 40 autores escreveram edtes livros ao longo de 1500 anos. (1350 para o A.T e 150 para o N.T.)

O intervalo entre os dois Testamentos foi 400 anos.

O que mais impressiona é que os escritores escreveram em quase toda forma e estilo literário imaginável. 

E mesmo assim, quando tudo que escreveram foi reunido em um só volume, existia uma unidade e harmonia maravilhosa, do início até o fim.

7.1) Evidência  da inspiração divina das Escrituras.

A maior e mais forte evidência de que Deus é o autor da Bíblia, são as profecias já cumpridas.

Veja o Salmo 22. Aqui há uma descrição detalhada da crucificação de Jesus. Mas o texto foi escrito 1.000 anos antes dEle nascer, e o que é mais incrível ainda é que a morte por crucificação ainda não havia sido inventada na época em que foi escrito!  

“Derramei-me como água, e todos os meus ossos se desconjuntaram; meu coração fez-se como cera, derreteu-se dentro de mim. Secou-se o meu vigor, como um caco de barro, e a língua se me apega ao céu da boca; assim, me deitas no pó da morte. Cães me cercam; uma súcia de malfeitores me rodeia; traspassaram-me as mãos e os pés. Posso contar todos os meus ossos; eles me estão olhando e encarando em mim. Repartem entre si as minhas vestes e sobre a minha túnica deitam sortes”.
(Salmo 23:24-18)

Isaias 53 descreve com detalhes os acontecimentos da cruz do calvário.

O Apocalipse sinaliza o futuro por vir.

Conclusão:

Há um propósito, uma mente brilhante que está guiando os fatos por trás História, e tudo está debaixo do Seu controle, não há duvidas, só pode ser DEUS, o Autor da Bíblia.

 (RM. 11:33) “Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos!”


 Amém.





Postar um comentário