RADIO RESTITUI


segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Reconcilados em em Sucote. (Gênesis 33:15-17)

Reconcilados em em Sucote.
(Gênesis  33:15-17)
Festa dos Tabernáculos 2015

"E Esaú disse: Permite então que eu deixe contigo alguns da minha gente. E ele disse: Para que é isso? Basta que ache graça aos olhos de meu senhor. 16 Assim voltou Esaú aquele dia pelo seu caminho a Seir.  17 Jacó, porém, partiu para Sucote e edificou para si uma casa; e fez cabanas para o seu gado; por isso chamou aquele lugar Sucote." (Gênesis  33:15-17)

1) A primeira menção da palavra Sucote na bíblia aparece no livro de Gênesis 33.

Após se reconciliar com Esaú Jacó habitou em uma cabana. 

Sucote foi um marco na reconciliação de dois irmãos.

Sucote também é a festa da reconcilação.


2) Etimologia.

Sucá/Sucote/Cabana.
 "Jacó, porém, partiu para Sucote e edificou para si uma casa; e fez cabanas para o seu gado; por isso chamou aquele lugar Sucote." (Gênesis  33:117)

A palavra  Sucote vem do termo  Sucá e significa   Cabanas.

Os judeus de todo Israel iam três vezes ao ano para Jerusalém para as festas solenes.  


3) Festa de Sucote/Cabanas.

Era uma das três festas Judaicas.
A palavra  Sucote vem do termo  Sucá e significa   Cabanas.

Os judeus de todo Israel iam três vezes ao ano para Jerusalém para as festas solenes.  
(Levítico 23:40,41)

(PÁSCOA,PENTECOSTES E TABERNÁCULOS.(SUCOT)

Em Sucot os Judeus habitavam em cabanas.
Até hoje esta tradição é mantida.


4) Reativando a lembrança dos feitos do SENHOR.

AS FESTAS BÍBLICAS SÃO MEMORIAIS DOS FEITOS DO SENHOR EM FAVOR DE SEU POVO.

CADA FESTA MARCAVA UMA GRANDE INTERVENÇÃO DIVINA.

- PÁSCOA: 
LEMBRANÇA DA SAÍDA DO EGITO.

- PENTECOSTE: 
GRATIDÃO PELA COLHEITA DA CEVADA.

- SAVUOT: 
LEMBRANÇA DA PRESERVAÇÃO NO DESERTO POR 40 ANOS.

A festa dos Tabernáculos ou Festa da Colheita era 

originalmente uma festa agrícola, assim como a Páscoa e 

Pentecoste. Apesar disso Deus lhe atribui um significado 

histórico: a lembrança da peregrinação pelo deserto e o 

sustento pelo Senhor.


 A fragilidade das tendas que o povo construía era uma 

lembrança da fragilidade do povo  quando peregrinava os 

40 anos no deserto a caminho da Terra Prometida.


A palavra “tabernáculo” origina-se da palavra latina 

“tabernaculum” que significa “uma cabana, um abrigo

 temporário”. 

No original hebraico a palavra equivalente é Sucá, cujo

 plural é Sucot.


A Festa dos Tabernáculos durava uma semana e durante

 este período habitavam em tendas construídas com 

ramos.



5) Tabernáculo aponta para o nascimento de Jesus Cristo.


“O verbo se fez carne e habitou entre nós” (João 1.14).

 A palavra “habitou” no grego é “Skeneseii” e significa tabernaculou entre nós. Isto é, Jesus veio na sua primeira  vinda para fazer morada no coração daquele que o confessa como Senhor e Rei.

5.1) Maria visitou Isabel quando esta estava no sexto mês de gestação,no turno sacerdotal de Abias.
(Lucas 1:5,6,26,36)

5.2) O turno de Abias equivale ao nosso mês de Junho.

Maria visitou Isabel no mes judaico de Quislev(Dezembro)
João Batista que era primo de Jesus,nasceu em Nisã ou Março.

Como João era seis meses mais velho que Jesus,concluimos que Jesus nasceu em Setembro,ou em plena festa dos Tabernáculos.

" E o Verbo se fez carnelian e Tabernaculou entre nós."
(João 1:14)

Jesus é o Tabernáculo de Deus com os Homens.


6) Tabernáculo era a festa das águas.

É interessante notar no texto de (João 7.37-38), quando 

Jesus deixou para falar no último dia da festa, o sétimo

dia, que era o ápice da comemoração, sobre a tremenda e 

gloriosa mensagem que Ele era a Fonte Eterna de água 

viva, na qual ninguém teria mais sede. 


6.1) Com base na tradição judaica,no Sétimo dia,os 

sacerdotes  jogavam água sobre o altar de sacrifício e 

lavavam as  escadarias  do templo, simbolizando não só a 

purificação, mas também faziam as orações  para que 

houvesse abundância de chuvas no ano novo que viria.


6.1) Em plena festa dos Tabernáculos Jesus clamou, isto é,

 gritou em alta voz: 

“Se alguém tem sede venha a mim e beba”. (João 7:37,38)


6.2) Tabernáculos também é a festa do Espírito Santo.


Em Tabernáculos,foi prometido um grande derramar do 

Espírito Santo.


"Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva 

correrão do seu ventre.  39 E isto disse ele do Espírito que 

haviam de receber os que nele cressem; porque o Espírito 

Santo ainda não fora dado, por ainda Jesus não ter sido 

glorificado."(João 7:38,39)


- Busquemos este derramar!

É uma promessa feita por Jesus em Tabernáculos!



7) A Festa da reconciliação.(Esaú e Jacó)


Tabernáculo marcou o reatamento entre Esaú e Jacó.

Um rompimento de mais de vinte anos foi cancelado.

Os irmãs Esaú e Jacó reataram a amizade.

O choro e o abraço suplantaram o ódio e o medo.


"E ele mesmo passou adiante deles e inclinou-se à terra

 sete vezes, até que chegou a seu irmão. 

Então Esaú correu-lhe ao encontro, e abraçou-o, e 

lançou-se sobre o seu pescoço, e beijou-o; e choraram."

(Gênesis 33:3,4)


7.1) Devemos  aproveitar  o mover Tabernáculos para as

Grandes e poderosas reconciliações entre:


- Pais e Filhos.(Malaquias 4:6)

- Irmãos e parentes.(Pv.18:19)

- Amizades Rompidas.


"Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de 

Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e 

olharão para mim, a quem traspassaram; e prantea-lo-ão 

sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e 

chorarão amargamente por ele, como se chora 

amargamente pelo primogênito."(Zacarias 12:10)


Harc Sameah Sucot

Feliz Festa dos Tabernáculos!

03/10/2015

Pr.Venilton G.Jesus

 



Postar um comentário