RADIO RESTITUI


quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

O CRENTE TIPO PILATOS.

O crente tipo Pilatos.
Texto:Mateus 27:19
Culto da família.

“E estando ele assentado no tribunal, sua mulher mandou-lhe dizer: Não entres na questão desse justo, porque num sonho muito sofri por causa dele.” 
(Mateus 27:19)

Jesus foi causador da insônia de uma mulher:
A mulher de Pilatos.


Introdução.

Esta passagem mostra o sonho e a insônia da esposa de Pilatos.

Livros apócrifos a identificam como Claúdia Prócula,neta de César Augusto e esposa de Pôncio Pilatos,governador da judéia, nos dias da crucificação de Jesus.

1. Pilatos estava em Jerusalém.

Os judeus comemoravam a festa da Páscoa em Jerusalém. Nesta época  Jesus foi preso, condenado e julgado pelo tribunal judaico. A seguir, entregue ao tribunal romano,ao governador Pôncio Pilatos.

Sua esposa Claúdia o acompanhava.

Ela era prosélita, convertida ao Judaísmo, pertencendo à classe alta de mulheres da sua época.

Seu sonho acerca da inocência de Jesus mudou sua vida para sempre.


2.) Pilatos poderia condenar ou absorver Jesus.

Na véspera da Páscoa Jesus foi entregue ao tribunal de Roma,depois de ser condenado pelos principais sacerdotes judaicos.

Cabia ao governador da Judéia, Pôncio Pilatos participar do julgamento de Jesus Cristo e declarar se o mesmo era culpado ou inocente. 

Se culpado seria morto.

Se inocentado, estaria livre.

Pilatos sabia que Jesus havia sido entregue por inveja.

Está informação teria vindo de sua esposa,Cláudia.


3. Jesus deixara Pilatos impressionado no dia anterior.

No dia anterior, Pilatos mais pareceu um menino perturbado diante de Jesus Cristo..


 Mateus 27:11-14 "Jesus, pois, ficou em pé diante do governador; e este lhe perguntou: És tu o rei dos judeus? Respondeu-lhe Jesus: É como dizes. 12. Mas ao ser acusado pelos principais sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu. 13. Perguntou-lhe então Pilatos: Não ouves quantas coisas testificam contra ti? 14. E Jesus não lhe respondeu a uma pergunta sequer; de modo que o governador muito se admirava."
 - Bíblia JFA OFFline

3.1) Augusto Cury falou sobre este momento:

"Com arrogância e o autoritarismo que lhe eram conferidos e pelo poderoso Império Romano, Pilatos  não podia suportar o silêncio de Cristo em seu interrogatório. A singeleza e a serenidade dele, mesmo diante do risco da morte, chocou a mente de Pilatos."


4. O silêncio de Jesus causou espanto em Pilatos.

O império romano dava aos condenafos o direito de defesa. Jesus preferiu guardar silêncio.

"Mas ao ser acusado pelos principais sacerdotes e pelos anciãos, nada respondeu. 13. Perguntou-lhe então Pilatos: Não ouves quantas coisas testificam contra ti? 14. E Jesus não lhe respondeu a uma pergunta sequer; de modo que o governador muito se admirava."
(Mateus 27:12-14)




5. A Esposa de Pilatos,envia-lhe uma mensagem urgente:

"Alguém pede permissão para entrar no tribunal, pois era portador de uma mensagem urgente que vinha da mulher de Pilatos, que dizia:“Não te envolvas na questão desse justo, porque muito sofri hoje em sonho por causa dele”(Mateus 27:19). (Orlando Arraz Maz)


5.1 "E Pilatos passa a interrogá-lo, e na medida em que prosseguia o julgamento, era tomado de uma profunda admiração. Da narrativa do livro de Mateus entendemos que Pilatos fez de tudo para soltar a Jesus, pois sabia que por inveja os judeus queriam a sua morte. Primeiro, lhes apresenta Barrabás, numa tentativa de trocá-lo por Jesus. Nada feito."(Orlando Arraz Maz)

5.2) "Pilatos queria agir corretamente. 

- Ele queria libertar Jesus. 

- Diante dos acusadores de Jesus declarou : 

"Não vejo neste homem crime algum" (Lucas 23:4). 

"Que mal fez este? De fato, nada achei contra ele para condená-lo à morte" (Lucas 23:22).

Pilatos queria agir corretamente e ao mesmo tempo não queria desagradar os sacerdotes judaico.


6. Pilatos decidiu politicamente correto,porém vendeu sua alma para sempre.

Não queria ficar mal com os sacerdotes e muito menos com os discípulos de Jesus.

Desprezando o alerta de sua esposa,Pilatos preferiu ser politicamente correto.

Um bom conselho:
Troque o que politicamente correto pelo que é Genuinamente correto.


7. Muitos estão agindo hoje como  Pilatos.

São os crentes tipo Pilatos.
A preocupação deles é ser politicamente correto.

7.1) Sabem que a esposa está certa,porém não a acompanham em sua fé. Pedem oração a esposa,mas continuam mundanos em seu modo de agir.

7.2) Algumas esposas insistem em não assumirem as responsabilidades de esposa e mãe. Querem ser livres.
Querem estudar e se livrar da dependência do marido.
Amam a família, mas não desprezam as saídas com as amigas.

7.3)Alguns filhos sabem que seus pais são justos,pedem orações aos mesmos,porém vivem uma vida de mentira e engano.

Toda ilusão sempre termina com a desilusão.
Nesta hora a gente chora no lugar quente.(A cama)

7.4) Alguns jovens,não todos, na igreja são "santinhos" mas na escola e na roda de amigos, vivem de forma politicamente correta para não escandalizarem os amigos. 

São os "Pilatinhos" do Século 21.


7.5) Alguns homens são flagrados no vício,no adultério e até na corrupção. 

São aconselhados a deixarem a vida dupla que estão levando, mas optando pelo Caminho de Pilatos se recusam a deixar a vida mundana que levam.

É o cristão que sabe o que é certo, mas está mais preocupado com o que é politicamente correto do que com o que é genuinamente correto.

Um bom conselho:
Troque o que politicamente correto pelo que é Genuinamente correto.
Nenhum erro terminará dando certo.

Disse Deus:
"O vosso pecado lhe achará"

Saia do "caminho de Pilatos."

Deixe de ser um "crente Pilatos."


Conclusão:

Não despreze os sonhos,os alertas da esposa,do marido,dos pais,do pastor e dos amigos que realmente lhe amam.(Pv.27:5,6)

Não despreze as reprimendas,os sonhos e as profecias.

Pilatos amou mais a glória deste mundo.

Pilatos preferiu ser amigo de César.(João 19:12)

"Com a consciência carregada com o peso do pecado, ele lavou as mãos na presença dos judeus, fingindo não ser responsável pelo que se passava ali. Sua carreira política estava preservada, sua reputação com o povo se manteve em alta. Ele era o herói por um momento. Mas vendeu a alma para sempre."(David Thomley)



O fim de Pôncio Pilatos.

Eusébio de Cesaréia afimou no livro Historia Eclesiastica que Pilatos foi destituido de sua função pelo Imperador Calígula. 

Caiu em desgraça e cometeu suicídio no ano 37 d.C.

E sua esposa?
Outros livros informam  que ela se converteu ao cristianismo após a morte e ressurreição de Cristo,se tornando uma fiel discípula.

Foi canonizada por Roma como Santa Claudia.

Fim.

Usei diversos artigos da Internet com citação das fontes.


Venilton de Jesus
Janeiro de 2016.








Postar um comentário