RADIO RESTITUI


terça-feira, 18 de novembro de 2014

A MOTIVAÇÃO DE JOÃO BATISTA.(93 FM)

A MOTIVAÇÃO DE JOÃO BATISTA.
(Culto Domestico-93 FM-18/11/2014)
Texto: (João 3:26-30)

V.30 "Convém que Ele cresça e eu diminua..."

" É foram ter com João, e disseram-lhe: Rabi, aquele que estava contigo além do Jordão, do qual tu deste testemunho, ei-lo batizando, e todos vão ter com ele. 27 João respondeu, e disse: O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu. 28 Vós mesmos me sois testemunhas de que disse: Eu não sou o Cristo, mas sou enviado adiante dele. 29 Aquele que tem a esposa é o esposo; mas o amigo do esposo, que lhe assiste e o ouve, alegra-se muito com a voz do esposo. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido. 30 É necessário que ele cresça e que eu diminua."(João 3:26-30)

INTRODUÇÃO.

Antes de explicar estes versos,quero lembrar que ele marca a ascensão de Jesus na Galiléia e a perda de popularidade de João Batista.
João Batista começou seu ministério no deserto da Judeia antes de Jesus Cristo .
Ele veio como precursor de Jesus.
Era a voz que Clamava no deserto de acordo com a profecia de Isaias.
(Isaias 40:3)
Seu Ministério atraia as multidões ao deserto.


1) JOÃO, UM MINISTÉRIO MARCADO PELA MULTIDÃO.

 "Sendo Anás e Caifás sumos sacerdotes, veio no deserto a palavra de Deus a João, filho de Zacarias. 3 E percorreu toda a terra ao redor do Jordão, pregando o batismo de arrependimento, para o perdão dos pecados; 4 Segundo o que está escrito no livro das palavras do profeta Isaías, que diz: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; Endireitai as suas veredas. 5 Todo o vale se encherá, E se abaixará todo o monte e outeiro; E o que é tortuoso se endireitará, E os caminhos escabrosos se aplanarão; 6 E toda a carne verá a salvação de Deus. 7 Dizia, pois, João à multidão que saía para ser batizada por ele: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira que está para vir? 8 Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, e não comeceis a dizer em vós mesmos: Temos Abraão por pai; porque eu vos digo que até destas pedras pode Deus suscitar filhos a Abraão. 9 E também já está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não dá bom fruto, corta-se e lança-se no fogo. 10 E a multidão o interrogava, dizendo: Que faremos, pois? 11 E, respondendo ele, disse-lhes: Quem tiver duas túnicas, reparta com o que não tem, e quem tiver alimentos, faça da mesma maneira." (Lucas 3:2-11) 

V.7 "Dizia, pois, João à multidão que saía para ser batizada por ele: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira que está para vir? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento..."


1.1) O Própio Jesus Cristo veio ao deserto da Judeia para ser batizado por João Batista.

"E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo. 12 Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará. 13 Então veio Jesus da Galiléia ter com João, junto do Jordão, para ser batizado por ele."(Mateus 3:11-13)

João Batista era o "Cara"
Era o homem das multidões.
Até mesmo o Rei Herodes ouvia-o com temor é tremor.
Agia no Espirito e no poder de Elias.
Se vestia como Elias.
Jesus testemunhou a seu respeito dizendo que ele era mais que um profeta.


2) A MOTIVAÇÃO DE JOÃO BATISTA FOI PROVADA.

João Batista,o precursor de Jesus,recebeu uma importante informação.

"É foram ter com João, e disseram-lhe: Rabi, aquele que estava contigo além do Jordão, do qual tu deste testemunho, ei-lo batizando, e todos vão ter com ele."
(João 3:26)

Alguns fofoqueiros de plantão vieram lhe dizer:

"Aquele Jesus que você tem anunciado,está batizando como vocês e os seus discípulos estão indo atrás dele."(João 3:26)

Naquela época já havia religiosos intrigueiros.


3) DUAS SITUAÇÕES PROVAM NOSSO CARÁTER E MOTIVAÇÕES.

A primeira delas é o nosso SUCESSO.
No sucesso e na vitória temos a tendência de nos ensoberbecermos.
Começamos a achar que o caso de Deus conosco é especial.
Desprezamos conselhos e nos recusamos a ouvir outros.

A segunda situação que prova nosso caráter motivações são as derrotas e as perdas contínuas.

NA VITÓRIA SOMOS SOBERBOS.
NA DERROTA NOS TORNAMOS HUMILDES.

Sucesso e fracasso são dois extremos que provam nosso caráter e motivações.

Nestes dois momentos nos revelamos.
Nossa máscara cai.


4) A MARAVILHOSA RESPOSTA DE JOÃO BATISTA.

Aquele Jesus que você tem anunciado,está batizando como vocês e os seus discípulos estão indo atrás dele."(João 3:26)

Esta informação poderia causar um racha na relação entre Jesus e seu primo João Batista.

Ainda hoje os pastores brigam por causa de transferência de membros.

Alguns se sentem "donos" dos membros.

Outros "amaldiçoam" do altar aqueles que saem.

Quem amaldiçoa quem sai,termina fechando a porta para que os mesmos voltem algum dia.


4.1) Ao tomar conhecimento que estava perdendo discípulos para Jesus Cristo, João Batista respondeu de forma linda e espiritual:

 "João respondeu, e disse: O homem não pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do céu. 28 Vós mesmos me sois testemunhas de que disse: Eu não sou o Cristo, mas sou enviado adiante dele. 29 Aquele que tem a esposa é o esposo; mas o amigo do esposo, que lhe assiste e o ouve, alegra-se muito com a voz do esposo. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido. 30 É necessário que ele cresça e que eu diminua." (João 3:27-30)

"Que Ele cresça e eu diminua..."(V.30)

4.2) João Batista sabia ganhar e sabia perder.

Ninguém é dono da vida de ninguém.

Nestes meus 23 anos como pastor e 32 de crente tenho aprendido que algumas pessoas passarão por nossa vida para nos trazer lições e ensinamentos.

Outros permanecerão conosco.(João 8:35)

Descanse,saiba lidar com este fato.

Ao compreender isso você ficará menos estressado,menos ranzinza e menos amaldiçoador.

Precisamos aprender com João Batista.


5) AS PERDAS NOS HUMANIZAM.

Todas as vezes que Deus tocar em nossa "Zona de Conforto" ele deseja aumentar nossa sensibilidade ou nos corrigir de um mau comportamento.

As perdas quebram nosso orgulho.

Uma humilhação no presente abre o caminho para a honra futura.

5.1) As leis do reino são opostas às leis do mundo.

No mundo o maior é o maior.
Quem não é o maior deseja ser o melhor.

5.2) As leis do reino de Deus são opostas.

No reino de Deus:
- Quem deseja ser o primeiro será o último.
- O maior precisa ser o menor.
- Quem deseja ser servido deve aprender a servir.
- Os humilhados serão exaltados.

6) NÃO SE RESSINTA DO SUCESSO DO OUTRO.

Nossa luta é contra Satanás e seus demônios.
(Efésios 6:13,13)

Não trabalhe para arrancar membros de outros.
Seja um ganhador de almas.
Aprenda celebrar a conquista do líder mais próximo de você.
Quando um líder próximo a você cresce,o reino de Deus cresce.
Crucifique seu ciúme.

Se alguém quiser ir embora,abençoe-o.
Não use seu altar para amaldiçoar as vidas.
Elas pertencem a Deus!

Seja fiel a Deus e saiba que Ele é quem lhe dará o crescimento.
Pregue animado para muitos ou para poucos.
Seja fiel no pouco e Ele lhe colocava-a sobre o muito.

"E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor." (Mateus 25:21)


7) PREOCUPE-SE EM FALAR A PALAVRA DE DEUS.(João 3:34)

Disse João Batista:
"Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus; pois não lhe dá Deus o Espírito por medida."(João 3:34)

Fale a palavra de Deus.
Pregue a palavra de Deus.
Ensine a palavra de Deus.
Este comportamento vai liberar uma "unção sem medidas" para sua vida.
Deus não dá o seu Espírito por medida.

Que cada um de nós,a começar por mim,possa saber vigiar a motivação de nosso coração na hora das perdas.

Receba está palavra em nome de Jesus.

Pr. Venilton G. Jesus
18/11/2014
Culto Doméstico na 93 FM.






Postar um comentário