RADIO RESTITUI


sexta-feira, 22 de maio de 2015

MATURIDADE CRISTÃ 2 - ESTUDO BÍBLICO.

MATURIDADE CRISTÃ 2 - ESTUDO BÍBLICO.

Paulo quando escreve à Igreja de Corinto, salienta a importância dos irmãos crescerem espiritualmente, conforme 1Co 3.1-3 “E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo. Com leite vos criei e não com manjar, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis; porque ainda sois carnais, pois, havendo entre vós invejas, contendas e dissensões, não sois, porventura, carnais e não andais segundo os homens?”.

Também em Gl 3.3, 4  ele escreve: “Sois vós tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, acabeis agora pela carne? Se é que isto também foi em vão”.

Esses textos demonstravam que havia falta de crescimento e de maturidade cristã.

Estamos formando líderes e por isso, é necessário o crescimento e a maturidade espiritual dos mesmos para que, problemas e situações adversas que ocorrem em nosso meio, sejam vistos e solucionados de maneira coerentes. Pois essa maturidade da liderança é que determinará o crescimento e, consequentemente, maturidade dos liderados.

Como podemos identificar a falta de maturidade espiritual?

1- Caráter explosivo.

Pessoas que não conseguem dominar suas emoções (Pv 16.32). Irritabilidade por qualquer coisa. Agem precipitadamente sem medir as conseqüências que trarão aos outro.


2- Sempre precisa de consolo.

Acha que todos têm que ficar lambendo suas feridas, ao invés de se submeter à remoção delas. Isso é porque, na verdade, a cura do problema dói e, além de tudo, não terá mais como chamar a atenção (Jo. 5). Gostam de ter pessoas à sua volta como muletas espirituais e não tomam decisões próprias. Não gostam de correr riscos de tentar sozinhos, pois, se fracassarem, imaginam que não saberão lidar ou enfrentar o fracasso.


3- É queixoso.

Está sempre murmurando, não sabe, por isso, aproveitar as oportunidades. Acha que sofre além do que merece, ou seja, se vê como um injustiçado.

Está sempre deduzindo ou tirando conclusões precipitadas dos outros. É deprimido, pessimista e tem muitos medos.


4- É estrábico espiritual (visão distorcida). 

Enxergam mais as coisas sem importância e deixa de lado ou perde a noção exata dos problemas e acontecimentos importantes. Só enxergam o azedume do limão, mas nunca vêem a possibilidade da limonada. Na verdade, como ter limonada se não houver primeiro o limão.


5- Se omite da responsabilidade.  

Todos os outros são culpados e responsáveis, menos ela, e não deseja se envolver.

6- É desorganizado e desanima fácil. 

Realiza trabalhos de qualquer jeito, ao se esmera em dar o melhor de si, e ao primeiro obstáculo desiste de tudo. Qualquer coisa o desanima.


7- Falta de maturidade espiritual.  

Seus sentimentos conduzem a sua vida. “Não sinto vontade de trabalhar”, “Não sinto vontade de meditar na Palavra”. Por isso, sua vida profissional é inconstante ou medíocre ( sem progresso ) e a vida espiritual não desenvolve, pois não tem determinação, ou seja, o maduro, mesmo sem vontade, sabe o que tem que fazer. 


8- Tem dificuldade de se submeter a autoridade estabelecida. 

Tem problemas com autoridade, muitas vezes demonstra orgulho, auto-suficiência ou sentimento de inferioridade.



9- Recai sempre nos mesmos erros. 

O líder imaturo não se auto-examina ao cometer um erro, e por isso, repete-o várias vezes, pois demonstra um coração não ensinável.



10- É Avarento.

Adora receber e pedir.

Não abre mão para abençoar ninguém.

Não é dizimista.

Não é ofertante.

Critica os prósperos.

Poe em duvida a prosperidade dos outros.



11-  Menino agitado de um lado para o outro por toda sorte de ventos e doutrinas novas. (Ef.4.14-17)


12- Já deveria ser mestre, mas ainda é criança mesmo depois de muito tempo.(Hb.5.12)

O tempo  passou e ao invés de ensinar ainda precisa aprender.

Nunca cresce.

Sempre esta na condição de menino e vitima.

Ao invés de trabalhar da trabalho.

Ao invés de dar frutos só da galho na igrejas.
Postar um comentário